História da empresa

historia

1955

Fundação da empresa por Maximiliano Rodrigues Dias, que inicia a actividade de produção de rolhas de cortiça natural, destinadas, essencialmente, à venda pelas empresas da região. De cariz acentuadamente familiar, a empresa contava na altura com cerca de seis trabalhadores e as instalações situavam-se em Santa Maria de Lamas.

1970

Ponto de viragem no rumo desta empresa com a abertura do negócio às exportações, com especial incidência nos mercados de França, Alemanha e Reino Unido.

1977

Após vários anos a trabalhar em nome individual, o sócio Maximiliano Dias constitui uma sociedade com os seus filhos, à qual dá o nome de Maximiliano Rodrigues Dias & Filhos Lda. É também no decurso deste ano que a empresa atinge o máximo da sua capacidade produtiva – 25 milhões de rolhas por ano.

1987

O sócio Maximiliano Dias divide a sua quota e cede 20% a António Martins Silva, colaborador desde 1973, que passa então a assumir a gerência da empresa, juntamente com a sua esposa, filha do fundador.

2001

Obtenção da primeira certificação internacional SYSTECODE, pelo cumprimento do Código Internacional das Práticas Rolheiras instituído pelo C. E. Liège. Esta atestação tem sido renovada anualmente até aos dias de hoje.

2002

As exigências cada vez maiores em termos de qualidade levaram a empresa a mudar-se para uma zona industrial, para instalações mais modernas e com infraestruturas mais adaptadas às necessidades de laboração e crescimento. Neste ano dá-se igualmente uma nova cessão de quotas e remodelação do pacto social e António Martins Silva e a sua esposa passam a ser os únicos sócios da empresa.